Na campanha eleitoral de 2014, Rose Modesto foi indicada como candidata a vice de Reinaldo Azambuja num amplo acordo com as principais ...

Quem inventou Rose como candidata

/
0 Comentários

Na campanha eleitoral de 2014, Rose Modesto foi indicada como candidata a vice de Reinaldo Azambuja num amplo acordo com as principais igrejas evangélicas de MS. Na época, o nome preferido era do deputado Zé Teixeira, mas o tucanato concluiu que a chapa era ótima apenas para vencer as eleições da Famasul e não do Governo do Estado.

Rose entrou na vaga e mostrou que agregava valores à campanha de Azambuja.

Rostinho bonito ("a morena mais bonita do Brasil), tocava violão e cantava nos comícios, arrecadava dinheiro vivo de seus pares, enfim, funcionava bem como boa de imagem e de operadora financeira. A Operação Coffe Break fez vista grossa para essa característica "administrativa" de Rose.

O marqueteiro de Aécio, Eduardo Guedes ( recentemente condenado pela justiça mineira), ficou encantado com Rose. De cara achou-a um "bom produto para trabalhar" e ali lançou a ideia de elegê-la prefeita. O tucanato aderente já gritava "Rose Prefeita" no ato de posse de Azambuja.

Guedes - por ser, já naquela época, um nome "sujo" na política - indicou um laranja para fingir que coordenava a campanha tucana em Mato Grosso do Sul: Rodrigo Mendes, um sujeito discreto, devagar-quase-parando, pau-mandado ideal para atender os interesses do famoso "esquema de Minas".

Desde essa época, Rose e sua família foram instadas a acreditar que sua candidatura à prefeitura era apenas uma questão de tempo.

Reinaldo deu a ela uma secretaria de cunho social e mandou que se viabilizasse. Mas percebeu, com o tempo, que a mulher tinha uma ambição desmedida.

Certa vez, o secretário de Administração, Sérgio Assis, comentou: "essa pisa rindo no pescoço da mãe para conseguir o que deseja".

A favor de Azambuja, pode se dizer que ele resistiu o quanto pode. Achava que Eduardo Rídel tinha um perfil mais adequado para administrar a Capital. Mas como confrontar um "fazendeirão" com um populista como Bernal era derrota na certa.

Sobrou para Rose. Venceu a tese de Eduardo Guedes. Que vê Campo Grande como um bom "nicho" de mercado.




Posts Relacionados

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.