Manoel Bandeira, o antí-lirico do lirismo brasileiro. Figura frágil e doce. Poeta da morte e do amor. Homem do beco. Do olor do clorotilo...

Manoel Bandeira:o anjo melancólico

/
0 Comentários

Manoel Bandeira, o antí-lirico do lirismo brasileiro. Figura frágil e doce. Poeta da morte e do amor. Homem do beco. Do olor do clorotilo. Das lembranças do Recife, das mulheres que usam sabonete araxá. Manuel Carneiro de Sousa Bandeira Filho, homem de todos os tempos.



Posts Relacionados

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.