Dante Filho O ex-prefeito Marquinhos Trad vem agindo sob a orientação do desespero em relação às denúncias de assédio sexual que estão sendo...

Marquinhos acredita que a melhor defesa é o ataque

/
0 Comentários



Dante Filho

O ex-prefeito Marquinhos Trad vem agindo sob a orientação do desespero em relação às denúncias de assédio sexual que estão sendo veiculadas pela imprensa local. 

Somente os sites Midiamax, Campograndenews e as emissoras de TVs, ainda relutam em entrar no assunto. 

Compreende-se. Enquanto isso, o número de depoentes vai aumentando e a delegada Maira Machado, que preside os autos de investigação, recebe novos pedidos de depoimentos. Acredita-se que nos próximos dias eles passarão a casa das dezenas. 

Enquanto isso, Marquinhos se defende como pode: atacando. Li com atenção sua nota pública em resposta às denúncias. Um bom advogado e um psicólogo experimentado reparariam que em nenhum momento o ex-prefeito nega peremptoriamente os atos pelos quais ele é acusado. Em nenhum momento diz que os depoimentos são mentirosos. Em nenhum momento diz que é inocente. (vejam a nota abaixo). 

O inconsciente, neste caso, fala alto. O normal (apesar de que, em se tratando do personagem, é até difícil falar em normalidade) seria a proclamação convicta da inocência e não atribuir uma falsa narrativa de interesses subterrâneos da política, alegando o fato de estar em primeiro lugar nas pesquisas. Nada mais falso. Invocar teorias conspiratórias é o subterfúgio das grandes canalhas da história da humanidade. Temos aí Trump e Bolsonaro que não me deixam mentir. 

Alegar que as pesquisas sejam motivações para alguém mexer com assuntos dessa gravidade deixa a entender que Marquinhos considera a possibilidade de fazer o mesmo caso ele estivesse, por exemplo, em terceiro ou quarto lugar nos índices de preferência.

 E o fato real – ele sabe melhor do que ninguém – que esse argumento é quimérico simplesmente porque as “pesquisas” mostram que há um quadro de empate técnico entre os principais pré-candidatos e ele nunca saiu da faixa de 20%, o que pode perfeitamente significar que ele tem um teto e não consegue ultrapassá-lo. 

Marquinhos diz que passado (2018) usaram denúncias semelhantes. É verdade. Mas ele havia acabado de assumir a prefeitura e seu poder de influência era grande o suficiente para abafar o caso. 

Marquinhos poderia tentar outra estratégia. Melhor fazer como os americanos. Chama a imprensa, coloca a esposa ao lado, chora, confessa tudo, pede perdão a ela. E ela, bem treinada, se transforma numa grande atriz, cai no choro e diz que perdoa, tudo sob o som de Halleluja. Fecha o pano.


NOTA RESPOSTA DA CAMPANHA DE MARQUINHOS TRAD

"Não é a primeira vez que usam de baixaria para se manter no poder a qualquer custo. Uma tentativa covarde, rasteira. Estão desesperados porque estamos em primeiro nas pesquisas, mas não conseguirão mudar a vontade da população de dar um basta nesta gente que administra pensando nos próprios interesses e é capaz de tudo para conseguir o que quer. Já tentaram isso em 2020 e a própria polícia considerou uma armação. Sigo com ainda mais vontade de trabalhar por nossa gente, corrigir injustiças, combater desigualdade. Pena os inúmeros casos de corrupção que fazem parte deste e do governo passado não merecerem tanto destaque, ainda que tenham custado vidas e milhões de reais dos cofres públicos”.




Posts Relacionados

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.