Com fios invisíveis Traço no espaço Linhas cerzidas Pela imaginação No fino enlaço Costuro as palavras que faço Tramando a estranh...

Dante Filho: Cambraia

/
0 Comentários

Com fios invisíveis
Traço no espaço
Linhas cerzidas
Pela imaginação

No fino enlaço

Costuro as palavras que faço
Tramando a estranha fiação

De cima,

Percorro com a seda 
O percurso das paredes cãs;
De baixo, 
Mantenho o olhar fixo
Na tênue cambraia das mãos;

Na longitude, 
Emaranho o gesto vertical;

Na latitude, 
Enovelo o círculo diagonal;

No chusmo,

Que volteio
Com a boca,
Faço da dança
O movimento da imensidão 

Ponto a ponto, 

Cada corda desenha por si
Sua estranha trama;
Sua entranha sísmica
A estranha teia;
Fazendo de mim o que sou: 
o invento de minha própria aranha






Posts Relacionados

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.