Tenho amigos e amigas que acreditam que a pressão popular emanada das pesquisas de opinião dos últimos dias intimidará os deuses da Supr...

Dante Filho: Vestígios do dia

/
0 Comentários

Tenho amigos e amigas que acreditam que a pressão popular emanada das pesquisas de opinião dos últimos dias intimidará os deuses da Suprema Corte e os farão dar um passo atrás para libertar Lula, fazendo-o candidato e, assim, salvar o País. 

Como são pessoas inteligentes, preparadas intelectualmente e com anos de experiência nas costas dou-lhe audiência e presto atenção em seus raciocínios. 

Eles consideram Lula a perfeita encarnação de Jesus na terra. Eles o colocam lado a lado aos outros candidatos e afirmam que as elites estão tentando eliminar politicamente o único homem que pode tirar o Brasil da pobreza. 

Ouço tudo em silêncio. Não discuto temas eleitorais quando percebo que eles
 envolvem questão de fé religiosa. Mas minha quietude estimula mais e mais os argumentos. Nada leva o ser humano a se abrir para o outro como a atenção silenciosa. 

O interlocutor se sente confortável. E assim ele se expressa com o coração. Fala de suas crenças, suas angústias, suas perspectivas, seus ressentimentos. Com isso, ele imagina estar conseguindo convencer e segue em frente. 

- Sei que Lula roubou, mas todos roubam. Isso não é critério para escolher um candidato. Se a gente não colocar Lula de volta na presidência o Bolsonaro vai se eleger. O que você prefere? Um ladrão ou um psicopata?

Suspiro e olho bovinamente em sua direção. Ele se sente estimulado, acha que estou concordando e continua:

-As pesquisas estão mostrando claramente: o povo quer aquela prosperidade dos anos Lula, com emprego, consumo, renda, obras, programas sociais, mesmo com toda a roubalheira, é isso que ele quer. O povo não liga para a corrupção, desde que haja sobra de algumas migalhas para o conforto do coração. O povo se satisfaz com com pouco. 

Fico parado olhando em silêncio rotundo. Por uns instantes, somos o silêncio de nós mesmos. Me acomodo na cadeira e coloco as mãos no queixo e em seguida coço a cabeça. 

Como ele percebe que está falando com uma pedra, decide ver se consegue fazer um buraquinho na matéria rija. 

- Se o Barrosão impedir que Lula seja candidato aí sim podemos dizer que o esquema do golpe fechou. Tiraram Dilma, colocaram o Temer e agora, mesmo contra a ONU, o Papa e os grandes líderes dos países democráticos, manterão Lula preso para impedir que nosso País seja libertado. 

Baixo a cabeça e olho pro chão. O amigo pensa que estou emocionalmente abalado. Coloca uma das mãos no meu ombro e tenta me consolar. 

- Fique tranqüilo, vamos vencer; nem se tiver que ir pra frente do TSE e não deixar ninguém sair de lá de dentro até que decidam a favor de Lula e do povo. 

Peço um café. Dou uma olhada nas mensagens do celular. E digo ao amigo que preciso ir. Ele assente com a cabeça, me olha, e diz: fique tranqüilo, vamos vencer. Você paga essa conta?

Olho pra ele – e não respondo nada.  




Posts Relacionados

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.