Cartografia do cenário Olhamos com um aparelho poderoso Um único grão de areia escolhido aleatoriamente No deserto de Orbus ...

Poema: Breviário Geométrico do Kaos I

/
0 Comentários

Cartografia do cenário

Olhamos com um aparelho poderoso
Um único grão de areia escolhido aleatoriamente
No deserto de Orbus

Descobrimos um planeta como o nosso:
Terras verdes e vermelhas
Larvas flamejantes
Rios, mares, montanhas
Gente, bichos, cidades...

Investigamos outros grãos e não achamos nada
Só matéria fria, sem vida

Aquele planeta só existia naquele deserto
De poeira amarela

Era exemplar único no meio de tanta areia

Depois, um dia, descobriu-se que o deserto 
Era um sistema complexo, como as nossas galáxias, 
Com suas nuvens cósmicas, vias lácteas, estrelas.

Num tempo distante descobriu-se
Que a Terra
Também era um grão de areia
Que habitava outro deserto
E que tudo o que existia era sempre pó
Submerso e submetido aos ventos do destino

No infinito misterioso de tudo que nos habita.



Posts Relacionados

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.