Talvez animado com a divulgação da última pesquisa do Datafolha , o Lulismo concluiu que é possível continuar no jogo político.  Nos úl...

Lula tenta se salvar

/
0 Comentários

Talvez animado com a divulgação da última pesquisa do Datafolha, o Lulismo concluiu que é possível continuar no jogo político. 

Nos últimos dias, as redes sociais tem divulgados vídeos e textos defensivos, espalhando a ideia de que o ex-presidente é vitima da mídia e das elites (leia-se Operação Lava Jato), tentando reverter a imagem que se cristalizou em torno dele: um político que traiu a sociedade brasileira associando-se à nata das empreiteiras. 

Coisa velha com cara nova.

O material de divulgação de Lula é bem feito. Coisa de profissionais. Não deve estar custando barato. Seria essencial que todo esse aparato publicitário fosse acompanhando de transparência necessária para que se pudesse criar um ambiente necessário de avaliação sobre os valores éticos em torno da investida de contrainformação que vem sendo posta em prática. 

Caso contrário, fica parecendo coisa da Odebrecht.

Lula tem todo o direito de se defender. As manchetes não lhe tem sido favoráveis. Ele não me parece disposto a convocar a mesma mídia que lhe ataca para lhe dar explicações cara a cara, respondendo perguntas e permitir réplicas e tréplicas. 

Assim, o público teria condições de avaliar com toda honestidade o que Lula tem a dizer. Mas as coisas não funcionam assim: o noticiário nos invade com "verdades" e o outro lado busca subterfúgios na vitimização. 

No fim, a culpa termina sendo da "sociedade manipulada" que parte de pressupostos unívocos de avaliação de reputações sem dar a chance a um homem de bem se defender adequadamente. 

Considero que a investida midiática do Lulopetismo só produzirá uma coisa: mais raiva. 

Certamente, isso deve fazer parte do cálculo estratégico de quem pretende fortalecer a ideia do mito na reduzida seita de fanáticos que ainda acredita na versão que ele apresenta. 

Aí perguntarão: mas e a pesquisa que mostra o homem na frente? A resposta é uma só: qualquer pesquisa eleitoral realizada fora do ambiente emocional de uma campanha tem o mesmo valor de uma nota de R$ 3,00. 

Só não enxerga isso quem não quer. Ou gosta de ser enganado pela Mãe Diná.


Posts Relacionados

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.