Leio no Campograndenews que o Tribunal de Contas do Estado está promovendo um Seminário - Os desafios do novo modelo na administração ...

Neves encena teatro com prefeitos: entre a comédia e a farsa

/
1 Comentários

Leio no Campograndenews que o Tribunal de Contas do Estado está promovendo um Seminário - Os desafios do novo modelo na administração municipal. E agora prefeito (a)? - para orientar os novos chefes de executivos municipais a gerir recursos públicos depois de tomarem posse.

As declarações do presidente Waldir Neves foram apenas protocolares. Não tem nenhum valor prático porque o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu que quem julga as contas municipais são as Câmaras de Vereadores. 

Com isso, os TCEs praticamente se tornaram instituições inócuas. 

Atualmente, há uma luta de bastidores para reverter essa decisão do STF, mas enquanto isso não acontece, Conselheiros e a imensa burocracia que os cerca são fantasmas a vagar pelos corredores burocráticos do poder. 

Quem ler o breve receituário de Waldir para os prefeitos verá que as palavras não combinam com o personagem. 

Sua recomendação ao futuro prefeito Marquinhos Trad, por exemplo, para que faça "uma devassa" na prefeitura de Campo Grande deve ser uma nova modalidade de piada lançada nessa tempora de mau humor que grassa no País.. 

O presidente do TCE-MS deve ter mais recato com esse tipo de recomendação. 

Cairia bem na boca de um político, mas na de um Conselheiro, francamente, soa estranho, principalmente quando se sabe que a Corte foi leniente ao analisar as contas do Governo do Estado. 

Quem está a merecer uma boa  fiscalização é a devassidão da República de Maracaju. 

Nesse caso, caberia, por parte de Alcides Bernal, fazer uma interpelação judicial para que Waldir esclarecesse o que, de fato, quis dizer com "devassa".  

Waldir Neves é impressionante: mesmo quando ele se autopromove como paladino da moral e dos bons costumes republicanos, deixa a impressão malcheirosa de que está sempre fazendo a coisa errada. 

Asmodeu explica.  


Posts Relacionados

Um comentário:

  1. A PERGUNTA: COMO É QUE ENGOLIMOS ESSES JABUTIS NO POSTE?! COMO WALDIR CHEGOU TÃO LONGE? GENTE PRESCINDÍVEL NA VIDA PÚBLICA; NÃO SERVE PARA NADA, A NÃO SER PARA SI PRÓPRIA.

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.