Pesquisa IPEMS divulgada hoje pelo Correio do Estado mostra que a candidatura de Rose Modesto se fragiliza enquanto a de Marquinhos Tr...

Rose cai; Marquinhos estabiliza

/
0 Comentários

Pesquisa IPEMS divulgada hoje pelo Correio do Estado mostra que a candidatura de Rose Modesto se fragiliza enquanto a de Marquinhos Trad se estabiliza. 

Rose pontuou com 36,4%. Marquinhos mantém a dianteira com 63,6%. 

Analisando a série histórica Rose caiu e Marquinhos continuou subindo, embora mais lentamente. 

A diferença entre ambos continua elevada. Na primeira pesquisa era de 25%. Agora subiu para 27%. 

Considerando a margem de erro pode-se afirmar que Marquinhos subiu e Rose ficou estabilizada. Mas também pode ser o contrário. Depende do gosto do analista.

A pergunta que se faz é: qual será o impacto político dessa pesquisa. 

Rose e Azambuja manterão a linha de ataque sistemático a Marquinhos? Pelos números, a estratégia não funcionou; ao contrário. 

Tentarão reverter o cenário nos próximos debates? É possível. 

O problema é a diferença de pontos, dificilmente alcançável nos dias que restam de campanha. 

Certamente, os tucanos insistirão na tese de que o levantamento do IPEMS não reflete a realidade e que, quando Azambuja concorreu contra Delcídio, o cenário era desfavorável ao tucano e deu no que deu. 

Não é bem assim. As pesquisas de 2014 mostravam Azambuja crescendo e Delcídio caindo. 

Não é o caso dessa eleição na Capital. 

Na verdade, Rose e Azambuja já não lutam mais contra Marquinhos; lutam contra um sentimento avesso à hegemonia, ao mandonismo e ao poder bruto do dinheiro.

Só não entende quem não quer.


Posts Relacionados

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.