A MP assinada pelo Presidente Michel Temer propondo reforma estrutural de ensino médio tem méritos suficientes para fazer uma inflexão...

Só reacionários são contra MP do ensino médio

/
0 Comentários

A MP assinada pelo Presidente Michel Temer propondo reforma estrutural de ensino médio tem méritos suficientes para fazer uma inflexão importante na educação brasileira. 

Só reacionários de todas as tendências ideológicas, idiotas e pessoas com péssimo caráter se colocam contra o que está sendo oferecido para o debate. 

Ah!, mas foi por meio de medida provisória e não de decreto lei, gritam. 

Ah!, foi uma medida autoritária porque não houve debate, zurram. 

Ah!, a MP foi mal feita porque o governo teve que voltar atrás, trinam.

Ah! O Ministério Público Federal emitiu nota criticando, blateram.

Então, tá. Seria melhor deixar tudo como está, esperando que as esquerdas, o Ministério Público Federal e os intelectuais donos da verdade (com seus ornejos inexplicáveis) pudessem discutir o assunto durante anos - como vinha sendo feito - para depois tomar uma decisão "democrática". 

Me poupem. 

Nossa educação vive um caos. Era mais do que necessário colocar o assunto no centro do palco. A MP - ao contrário do que dizem - é um instrumento previsto na Constituição e que, caso o Congresso queira, pode ser emendada por proposta de vários segmentos sociais.

Se a implantação da reforma for realizada com a clareza necessária de que é preciso que se faça alguma coisa para salvar a educação - e não simplesmente atender vaidades nem interesses corporativos - ponto positivo para o corpo técnico do MEC, que vem há anos preparando essas medidas para serem implementadas nesse momento. 

Muita gente está criticando pontualmente a medida. Eu também. Desconfio que não haja recursos para fazer voos ousados como esse. Mas é preciso tentar e não deixar tudo como está. É preciso pensar de maneira geracional e não individual. 

Acho ótimo que haja críticas. Mas acho péssimo que essas críticas tenham viés político no sentido de que tudo que emana do Governo Temer, por princípio, não presta. 

Isso é demais!


Posts Relacionados

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.