A candidata do PSDB, Rose Modesto, já ganhou inúmeros apelidos de seus adversários na atual campanha eleitoral por causa de suas promess...

Rose ganha troféu Pinóquio de campanha

/
1 Comentários

A candidata do PSDB, Rose Modesto, já ganhou inúmeros apelidos de seus adversários na atual campanha eleitoral por causa de suas promessas exageradas. 

“Rose Pinóquio”, “Rose Imodesta”, “Rose Falsífea” – estas são algumas denominações usadas quando alguns candidatos se deparam com propostas inverídicas da candidata no horário eleitoral gratuito. 

Até pessoas ligadas a própria equipe de marqueting de Rose ficam pasmadas quando ela recebe o texto para gravar. “Uai, isso pode ser lá em Minas, mas aqui em Mato Grosso do Sul isso não é verdade”, ironizam, por causa da orientação do publicitário mineiro Paulo Guedes para “prometer sonhos” se lixando para a realidade. 

A primeira proposta a chamar a atenção da imprensa foi quando ela disse que ia “valorizar a Guarda Municipal, assim como o governo do Estado já vem fazendo na área de segurança pública, com o investimento de R$ 96 milhões”.

A candidata não disse como ia viabilizar esses recursos nem de onde viriam. Como eles não existem, um candidato tascou: “Essa imodéstia com recursos inexistentes realmente impressiona!”, brincou. 

Outra promessa, sempre conduzida pela equipe dos marqueteiros de Minas, foi a seguinte: Rose afirmou que ia transformar 30% (ou seja, 109) das 365 escolas estaduais de Mato Grosso do Sul de Campo Grande em unidades de ensino em tempo integral. 

Só que até agora, o próprio governador Reinaldo só viabilizou 2 escolas em tempo integral do total das 109 que prometeu.

Mais uma vez: “Rose mente na caradura”, afirmou um candidato a vereador. “Como é pode? Ela tá pior do que a Dilma na campanha passada!”.

O exagero chegou ao ápice quando Rose afirmou sorrindo na TV que ia “construir mais de 5 mil casas nos primeiros anos de governo à frente da Prefeitura”.

“Ela certamente deve ter se esquecido da aula de matemática, pois sua promessa significa que ela construirá 7 casas por dia na cidade, sem que haja plano nem dinheiro para isso. Acho que o nariz dela cresceu muito nessa hora”, comentou um técnico da Agehab, que trabalhou muitos anos com a construção de casas populares na Capital.

Para coroar o rosário de falsas promessas a candidata do PSDB ainda não faz de rogada. Diz que suas propostas são reais e que poderão ser executadas com o apoio dos governos estadual e federal: “sem mágica, sem promessas e sem enrolação, essa é a diferença”.

Percebe-se.



Posts Relacionados

Um comentário:

Tecnologia do Blogger.