Dessa vez estavam todos lá : o homem de Malboro, o engenheiro, o ecologista, o policial, os socialistas de brinquedo, a morena mais bon...

Debate no SBT: muito barulho por nada

/
0 Comentários


Dessa vez estavam todos lá: o homem de Malboro, o engenheiro, o ecologista, o policial, os socialistas de brinquedo, a morena mais bonita do Brasil, os pastores, os perseguidos, enfim, os 15 candidatos a prefeito de Campo Grande, num programa pouco atrativo, embora elucidativo sobre o que cada um representa nesse momento eleitoral. 

Tenho dúvidas sobre o que restará na memória de quem conseguiu assistir até o final. Em alguns momentos mudei de canal. Em outros, senti vergonha alheia. E houve uma hora que dei risadas porque a coisa resvalou para a comédia bruta. 

Terminado o programa, tentei espremer o sumo. Juro: não aprendi nada, só confirmei a minha tese do início da campanha eleitoral. Eram três candidatos reais com 12 transitando entre o laranjal e a completa boçalidade. Dá dó da cidade. 

O grande laranja da noite foi o nosso Athayde Nery. Substituiu alegremente Alex do PT do debate anterior do Midiamax. Jogou o jogo do governismo. Garantiu o emprego para a próxima temporada. Azambuja deve ter sorrido feliz. 

Antes mesmo dele fazer a pergunta fatal para Marquinhos Trad sobre um emprego sem concurso que ele teria na Assembléia Legislativa - ué, ele não é deputado estadual? - a rede tucana já estava bombando na internet piadinhas sobre o assunto. 

Se tudo não tivesse sido combinado antes, seria lindo, mas esse pessoal não consegue nem fazer conspiração e maldade profissionalmente. 

Mesmo assim, mais uma vez, acho que esse debate não influenciará muita coisa no resultado das eleições. 

Essa é minha opinião. Nunca se sabe. 




Posts Relacionados

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.