Li no site Midiamax, com reportagem de Jéssica Benitez e Alexandro Barboza, a seguinte notícia: "A vice-governadora Rose Modesto ...

Rose Falsiane dá uma de Magda

/
0 Comentários


Li no site Midiamax, com reportagem de Jéssica Benitez e Alexandro Barboza, a seguinte notícia:

"A vice-governadora Rose Modesto (PSDB) registrou candidatura à Prefeitura de Campo Grande na tarde desta quarta-feira (10) e não soube dizer à imprensa quanto declarou em bens, embora tivesse acabado de informar a relação de posses ao TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul). Questionada, ela apenas ressaltou não ter remuneração alta.

“Não sei precisar exatamente (quanto declarou), só sei que foi pouco, não ganho muito não”, disse. Em breve as informações vão estar disponíveis no sistema da Justiça Eleitoral, como ocorre com todos os nomes que disputam cargos eletivos em qualquer eleição. Em 2014, quando era vereadora e se candidatou a vice-governadora, a tucana declarou R$ 139,3 mil". 

Rose Falsiane deu uma de Magda: abriu a boca e falou besteira. Não é assim que se faz: bastava mostrar seus dados econômico-financeiro e pronto. Essa é a vida. Não é pecado ser rica.

Tergiversar sobre o óbvio demonstra a necessidade de esconder alguma coisa. Pode ser que não tenha nada errado. Mas um comportamento errático como esse só fortalece a impressão de que ela fez alguma coisa errada no escurinho do cinema.

Transparência não é um discurso. É mais do que isso: é um conceito de vida. Se Rose quer resguardar sua intimidade, é um direito dela, mas não na política, como candidata à prefeita, por um partido que se diz paladino da moral e dos bons costumes.

A vantagem de Rose é que ela erra em conjunto. O cordão de puxa-sacos que a acompanhou na entrega da documento de registro de sua candidatura deve concordar com ela.


Posts Relacionados

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.