Alguns meninos e meninas da juventude tucana não gostam que eu os chame de "militontos".  Como são jovens, não consegu...

Os militontos me atacam. Devo responder?

/
0 Comentários

Alguns meninos e meninas da juventude tucana não gostam que eu os chame de "militontos". 

Como são jovens, não conseguem fazer  nenhum debate político que não seja por meio de grunhidos selvagens.

Por enquanto, não vou dar nomes. 

Mas chegará a hora certa de mostrar ao público quem são, o que fazem e como fazem.

Eles estão a serviço do vereador João Rocha (que pensei que fosse um sujeito decente), do careca nazi e do deus de todos os deuses, Sérgio de Paula. 

Acho que o governador Reinaldo que está fora dessa, mesmo porque o coitado parece que não sabe de nada que acontece nas esferas intestinais da campanha de Rose. 

Se eu fosse entrar pelo horroroso caminho do denuncismo, teria que revelar que todos esses meninos e meninas  - ou quase - sobrevivem de uma boquinha pública para viver. 

Estão lotados em várias secretarias, ganhando pequenos salários, enfim, fazendo o que sabem: "militontice" 

A maioria compõe o pequeno exército de funcionários fantasmas que usam a máquina pública - e seus instrumentos operacionais - para fazer campanha eleitoral para Rose Falsiane Modesto. 

Os "militontos"agora me mandaram avisar que descobriram  (ohhh!!) "detalhes" de minha vida que eu próprio desconheço. Tô tremendo de medo....

Conhecem traços de minha personalidade que devem estar escondidos em algum canto do meu inconsciente. Preciso voltar à minha psicanalista....

Eles criaram páginas falsas do senado federal e "revelaram" meu salário, meus gastos com viagens e mordomias no período de quase 10 anos que lá trabalhei. 

Tudo com  a assinatura da ex-senadora Marisa Serrano e Ruben Figueiró. 

Alô, alô Marisa e Figueiró, a meninada vai dar trabalho! Nem vocês eles estão perdoando para me admoestar. Que coisa!

No meu gabinete, "trabalhava" uma moça tímida e silenciosa que todos diziam ser a "filha de Sérgio de Paula". 

Trabalhou também uma tal de "filha do Ivanildo". 

Não lembro dessas moças e de outros que por lá habitavam. Se os meninos e meninas do tucanato quiserem saber de tudo - tudo mesmo - tenho o maior prazer em revelar.

Ou seja: não tinha nada demais que não fosse o ramerrão político em que vivemos. Como eles acham que minha função era só de abrir e fechar portas, receber um polpudo salário e curtir a vida não terá problema nenhum que eu coloque pra fora esses assuntos públicos, não é?

Aviso aos "militontos":já percorri longa estrada para aceitar banditismo político como esses. Vou tentar conversar pessoalmente com vocês, pois sei onde trabalham. Se não der certo, bem.... 



Posts Relacionados

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.