Nos últimos dias,  o Ministro do STF , Gilmar Mendes, vem girando sua metralhadora giratória para vários lados. Para quem gosta de fras...

Gilmar Mendes: boca do inferno

/
0 Comentários

Nos últimos dias,  o Ministro do STF , Gilmar Mendes, vem girando sua metralhadora giratória para vários lados.

Para quem gosta de frases polêmicas, o manancial de cocô no ventilador é exuberante: o Ministro resolveu jogar a toga no chão e desafiar o senso comum e os politicamente corretos.

Para quem gosta de se divertir, a fraseologia rende horas de polêmicas nos meios jurídicos e fora dele.

Dá-lhe Gilmar, no final, como Vossa Excelência mesmo disse, todos nos encontraremos no cemitério:

Selecionamos as melhores para o deleite dos leitores.


Sobre a Lei da Ficha Limpa: "Sem querer ofender ninguém, já ofendendo, essa lei foi tão mal feita que parece que foi feita por bêbados”.

Prova Ilícita: "É aquela coisa de delírio. Veja as dez propostas que apresentaram. Uma delas diz que prova ilícita feita de boa fé deve ser validada. Quem faz uma proposta dessa não conhece nada de sistema, é um cretino absoluto. Cretino absoluto. Imagina que amanhã eu posso justificar a tortura porque eu fiz de boa fé”.

Delação Premiada: "Não acho que seja o caso suspender a delação ou prejudicar quem esteja disposto a contribuir à Justiça. Tenho impressão de que estamos vivendo momento singular[...] Depois, esses falsos heróis vão encher os cemitérios, a vida continua”.

Vazamentos seletivos (referindo-se aos investigadores): "E as investigações do vazamento daquelas prisões preventivas, onde estão? Já houve conclusão? O resumo da ópera é: você não combate crime cometendo crime. Ninguém pode se achar o "ó" do borogodó. Cada um vai ter seu tamanho no final da história. Um pouco mais de modéstia, calcem as sandálias da humildade".



Posts Relacionados

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.