A imprensa está de má vontade com Rose Modesto. Não é nenhum absurdo que em 2014 ela tenha declarado patrimônio de R$ 139,3 mil e, quas...

A economia modesta de Rose

/
0 Comentários

A imprensa está de má vontade com Rose Modesto.

Não é nenhum absurdo que em 2014 ela tenha declarado patrimônio de R$ 139,3 mil e, quase dois anos depois, registrasse uma elevação para R$ 413 mil, ou seja 3 vezes mais.

Se ela tem um salário como vice-governadora de R$ 24, 3 mil brutos ( vamos desconsiderar os descontos), no biênio ela somou R$ 583 mil.

Para ter acumulado o patrimônio declarado ela teria que ter gasto R$ 170 mil neste período, ou seja, cerca de R$ 7 mil mensais.

Como ela é solteira, com certo esforço financeiro, contendo gastos e refreando o desejo de consumo, Rose poderia ter feito a poupança que diz ter feito, adquirindo bens móveis e imóveis.

Claro que não estamos aqui avaliando a tributação sobre seu salário. Mesmo assim, com esforço, controle, com vários itens de custeio sendo pagos pelo poder público em função do cargo que exerce, me parece que tudo está dentro da normalidade.

A reportagem do campograndenews  (de autoria de Ricardo Campos) é esclarecedora nesse sentido. Só não deu para entender porque a assessoria da candidata tucana não apresentou logo de cara os números apresentados ao TRE.

Talvez inexperiência, ou burrice, ou as duas coisas juntas.

Mas ela não precisava passar por mais esse desgaste nem se fazer de sonsa dizendo que "ganha pouco". Magda.


Posts Relacionados

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.