Está circulando de maneira estonteante em grupos de Whatsapp o seguinte post: "O PR reuniu seus filiados e simpatizantes na noite ...

Zé Cabelo é o pivô da crise entre PR e PSDB

/
0 Comentários

Está circulando de maneira estonteante em grupos de Whatsapp o seguinte post:

"O PR reuniu seus filiados e simpatizantes na noite de sexta-feira (01/07) para reafirmar a candidatura de Roberson Moureira e denunciar armações do PSDB e do governo estadual que tentam, com todas as ferramentas, incluindo Tribunal de Contas, barrar sua eventual candidatura nas eleições deste ano.

De acordo com Moureira, quatro balanços de fundos municipais de 2010 que foram analisados pelos técnicos do Tribunal e pelo Ministério Público e foram emitidos parecer favorável pela aprovação, contudo, cabendo julgamento à Marisa Serrano, que hoje é Conselheira Relatora da Corte de Contas, mas que em um passado próximo foi quem empregou em seu gabinete político Zé Cabelo e membros de sua família.

Para quem não se recorda, em tempos que ocupava cargo eletivo, Marisa Serrano era figura carimbada nas festas na casa de Zé Cabelo e mantém um próximo vínculo de amizade, de política e de relações de trabalho. Zé recebia de Marisa para ficar em Ribas e ir de casa em casa fazendo política.

Com relação ao parecer dos técnicos e do Ministério Público, Marisa Serrano enquanto julgadora mudou inexplicavelmente o entendimento, declarando as contas daquele ano irregulares e reprovadas, sem notificar Roberson e cerceando direito de defesa em outro recurso de maneira que rasgou o Regimento Interno do Tribunal de Contas. O Tribunal de Contas deverá listar o nome de Roberson na próxima semana como gestor com contas irregulares. O pré-candidato tranquilizou os apoiadores, afirmando que as rejeições não são motivo para ser inelegível, e que a Justiça Eleitoral não irá barrar sua candidatura neste ano, pois não houve irregularidade insanável, dolo ou improbidade.

ARMAÇÕES DO PSDB

Na reunião, Moureira foi duro contra o que classificou de truculência do Governo do Estado, que pretende transformar MS em feudo tucano, usando das piores armas para tirar do caminho aqueles que não estão no PSDB, e que a ordem direta para Ribas é não deixar o Roberson ser candidato.

Além disso, Roberson foi procurado por pelo próprio Zé Cabelo e o atendeu de maneira cortês em Campo Grande. Em um ato de desespero, Zé Cabelo disse que foi a mando do governador Azambuja e fez a proposta para Roberson desistir da candidatura ou ser candidato a vice na chapa encabeçada pelo atual prefeito, em troca de ter suas contas revistas e aprovadas e de apoio para prefeito em 2020. Roberson foi ao encontro a pedido de Zé e na presença de testemunhas. Moureira afirmou que é um homem de princípios e recusou a proposta indecente imediatamente.

TIRO NO PÉ

A tal proposta foi um tiro no pé do cambaleante e depenado tucano rio-pardense, que é rejeitado por ampla maioria da população pela péssima administração, que afundou a cidade na inércia administrativa. Roberson disse em seu discurso, que Zé Cabelo ao invés de inventar uma reeleição deveria pedir desculpas à população e se retirar da prefeitura o quanto antes, e que Ribas tem outras opções para a prefeitura, e mesmo que ele Roberson não fosse candidato, Zé Cabelo não se reelegeria.

Finalizando, Roberson reafirmou categoricamente que é sim pré-candidato e terá seu nome referendado pelo PR na convenção do dia 05 de agosto e que sempre teve uma convivência respeitosa e apenas de adversário político com relação ao PSDB, mas que essas armações refletirão no tom mais pesado de campanha. O PR também emitiu uma nota oficial com relação ao fato, que reproduzimos na íntegra:

NOTA OFICIAL DO PR

A Comissão Executiva do PR vem a público, a bem da verdade dos fatos, informar que o nome do pré-candidato Roberson Luiz Moureira constará na “Relação de Gestores com Contas Julgadas Irregulares” pelo Tribunal de Contas de MS, a ser encaminhada ao TRE ate o dia 05/07. Roberson teve quatro prestações de fundos declaradas irregulares pelo órgão, sendo Fundos Municipais de 2010, assim sendo esclarecemos os fatos e as providências:

1 – O Relatório-voto da Conselheira Marisa Serrano, nos quatro processos, foi exclusivamente POLÍTICO, uma vez que o parecer dos técnicos do próprio Tribunal e do Procurador-Chefe do Ministério Público de Contas foi pela APROVAÇÃO COM RESSALVAS, uma vez que não houve dano ao erário, não houve improbidade administrativa e tampouco eram insanáveis.

2 – O Julgamento ocorreu sem que Roberson fosse intimado, sendo que a intimação não foi enviada ao endereço residencial dele, mas sim na prefeitura, que foi recebida por pessoa estranha ao processo, o que ocasionou o cerceamento do direito de defesa e ao contraditório, viciando assim o andamento naquela Corte de Contas;

3 – Com amparo legal, foi pedida a reabertura dos processos pelo motivo de cerceamento de defesa, com amplo respaldo jurídico e com histórico de deferimento de casos semelhantes no próprio TCE. Porém, para nossa surpresa, foi indeferido sem justificativa robusta para tal decisão;

4 – A Comissão Executiva Municipal repudia veementemente a forma que foi conduzida pelo TCE e a forma nada democrática como o PSDB tenta tirar proveito da situação, para tentar prorrogar o sofrimento de nossa população por mais quatro anos. O simples fato de ser mencionado na lista de contas irregulares não configura inelegibilidade, uma vez que precisam estar presentes os pressupostos de dano ao erário, natureza insanável e improbidade administrativa. Isso não está presente em nenhum dos processos, já reconhecido pelos técnicos do TCE e pelo Ministério Público de Contas;

5 – Com isso, reafirmamos a pré-candidatura de Roberson Luiz Moureira a Prefeito de Ribas do Rio Pardo pelo Partido da República, com a confiança que sua elegibilidade será confirmada pela Justiça Eleitoral no ato de registro de candidatura.

6 – Acreditamos que a boa política se faz de maneira limpa e sem o uso da máquina pública e do aparelhamento do Estado, que muito tem prejudicado o exercício da democracia;

COMISSÃO EXECUTIVA MUNICIPAL DO PARTIDO DA REPÚBLICA EM RIBAS DO RIO PARDO.

Comentário: Credo! 


Posts Relacionados

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.