A pré-candidata do PSDB à prefeitura de Campo Grande, Rose Modesto, realizou hoje, no Sebrae da Capital – entidade privada sem fins lucra...

Rose transgride calendário eleitoral do TRE

/
0 Comentários

A pré-candidata do PSDB à prefeitura de Campo Grande, Rose Modesto, realizou hoje, no Sebrae da Capital – entidade privada sem fins lucrativos -, reunião de cunho eleitoral, podendo ensejar discussão jurídica sobre a legalidade do ato.

De acordo com o calendário eleitoral aprovado pelo Tribunal Regional Eleitoral, a partir do último dia 05, “observado o prazo de quinze dias que antecede a data definida pelo partido para a escolha dos candidatos, é permitido ao postulante à candidatura a cargo eletivo realizar propaganda intrapartidária com vistas à indicação de seu nome, vedado o uso de rádio, televisão e outdoor (Lei nº 9.504/1997, art. 36, § 1º)”.

O que se viu na reportagem do Midiamax (aqui) não foi uma atividade “intrapartidária” e sim uma reunião com funcionários da instituição, em horário de expediente, para que Rose fizesse proselitismo político.

Pela lei, reuniões como essas só poderiam ocorrer a partir do próximo dia 20.

O vídeo mostrado na reportagem mostra o nervosismo do superintendente do Sebrae, Cláudio Mendonça (PR), com vários assessores zumbindo em volta, como se estivessem sido flagrados cometendo crime eleitoral.

Cláudio Mendonça está lutando para ser vice de Rose e, pelo que parece, não está medindo esforços para tal. Na estratégia política montada, ele daria um estofo “técnico-administrativo” que Rose sabidamente não tem.

A entrevista justifica o apelido de “Falsiane” da candidata, visto que ela dissimula a realidade sem a mínima preocupação com as  imagens registradas. Quem assistir ao vídeo percebera claramente um traço da personalidade da candidata: ela não treme ao mentir.

Logo após o evento, o blog apurou em conversa com participantes presentes que Rose e Cláudio, além dos pedidos explícitos de votos, foi solicitado que se formassem grupos de apoio eleitoral à candidata. De acordo com alguns deles, a reunião “foi mal vista pelo pessoal porque está todo mundo de saco cheio desses políticos”.

Durante o ato político, Rose confirmou que está sendo investigada pela Operação Coffe Break, mas jurou inocência. Criticou o prefeito Bernal e o ex-governador André Puccinelli.






Posts Relacionados

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.