Maria, a lindinha. Maria era uma linda mulher. Por se considerar muito feia, achava todos os que a cercavam muito bonitos. Essa linha d...

Pedro Mattar: Humanos Diversos

/
0 Comentários

Maria, a lindinha.

Maria era uma linda mulher. Por se considerar muito feia, achava todos os que a cercavam muito bonitos. Essa linha de perspectiva acentuava ainda mais sua sensação de ser feia. Tudo rolou assim até o dia em que, de propósito, alguns amigos levaram um sujeito muito feio, mas que se achava muito bonito e o apresentaram a Maria. Feio em demasia, mas se achando muito bonito, o sujeito achou Maria muito feia, mesmo sendo ela muito bonita. Na sua maneira de ver as coisas, Maria o achou lindo. Os dois acabaram dando certo, embora até hoje nenhum dos dois saiba o que é certo e muito menos o que é feio e bonito.



Pensata

Minha vida deve ser igual a sua, aporrinhações, prazeres, dívidas, dúvidas, dívidas, dúvidas, aporrinhações, dívidas e nenhuma certeza.




Posts Relacionados

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.