FHC escreve na página 491 de seu “Diários da Presidência” (Companhia das Letras): “Vou chamar esses líderes do PPB e vamos ver o que ...

FHC: a Reforma da Previdência, março de 1996

/
0 Comentários

 FHC escreve na página 491 de seu “Diários da Presidência” (Companhia das Letras):

“Vou chamar esses líderes do PPB e vamos ver o que se consegue nessa matéria. 
Hoje à tarde, domingo, dia 17, recebi o Michel Temer, que está fazendo uma relatório da Previdência. Trouxe um anteprojeto que parece razoável, vamos ver. Há sempre alguns retrocessos. Cada mudança de relator implica novas negociações. Ele quer a votação esta semana, a partir de amanhã. O Marco Maciel acha um pouco arriscado. 

Amanhã tenho uma reunião com o Luis Eduardo, o Jorge Bornhausen e o Michel Temer, depois virá o Eduardo Jorge, para discutirmos se dá ou não para votar esta semana. Zé Aníbal também acha que devemos votar esta semana. Isso vai depender muito do acerto que se possa fazer com o PPB, porque senão a votação fica muito apertada.

Michel mostrou a situação do PMDB. Ele conseguiu reverter muitos votos, arriscou mesmo ao tomar a frente nessa questão da reforma. Estava machucado porque, como pediu aposentadoria, estão usando o fato contra ele. Foi uma infelicidade, porque ele tem direito, e teria sempre, não precisava ter se precipitado. Diz que foi por solidariedade, há três meses, a um grupo de procuradores ao qual está ligado, todos resolveram (pedir aposentadoria) porque Collor estava perseguindo o grupo deles em São Paulo, e ele preferiu sair da Procuradoria. Mais um pequeno percalço. 

Parece que a Força Sindical concorda com a reforma do Michel Temer. Está disposta a encher as galerias”.



Posts Relacionados

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.