O Midiamax publicou hoje reportagem de autoria do jornalista Ludyney Moura revelando que o Governo do Estado autorizou aditivo contratual...

Caravana da Picaretagem segue em frente

/
2 Comentários

O Midiamax publicou hoje reportagem de autoria do jornalista Ludyney Moura revelando que o Governo do Estado autorizou aditivo contratual em favor da empresa 20/20 Serviços Médicos  no valor de pouco mais de R$ 3 milhões, conforme publicado no Diário Oficial de hoje.

De acordo com o site  “a  empresa em questão responde a uma ação civil pública proposta pelo MPF (Ministério Público Federal) do Tocantins, que apurou supostas irregularidades no cumprimento da legislação sanitária, falta de fiscalização do governo e ausência de diversos equipamentos obrigatórios nas intervenções médicas”.

Comento: o procedimento é aparentemente legal. Mesmo assim,  o governo do estado está devendo para o público um balanço completo dos gastos e benefícios com a “Caravana da Saúde”. 
Trata-se, na verdade, de um programa pontual, cujo objetivo oculto é ganhar votos, sem ampliar os atendimentos estruturais que devem ser feitos na área da saúde. 
O que se precisa saber é se esses recursos são compatíveis com os benefícios atingidos. 
Politicamente, o que o Governo está fazendo é reles populismo.  O programa, na verdade, é um evento de marqueting. Só com publicidade estima-se que foram gastos  R$ 10 milhões.
Tem-se a impressão de que há algo de podre no reino da Dinamarca. Os surtos de gripe, zica e dengue continuam, a falta de atendimento médico-hospitalar permanecem, as filas nos postos não se reduziram. 
Na Santa Casa de Campo Grande, por exemplo, o ambiente caótico não sofreu nenhum impacto com a realização desse programa.
O Governo precisa mostrar com números, gráficos e  relatórios abertos, se o “Caravanas” tem efetividade ou não. 

Veja íntegra da reportagem aqui


Posts Relacionados

2 comentários:

Tecnologia do Blogger.